domingo, 18 de setembro de 2011

METER OS PÉS PELAS MÃOS

.
“O Sócrates, o Teixeira dos Santos e o seu deputado Maximiano (candidato do PS à presidência do governo), que fez esta pouca vergonha toda à Madeira, tinham uma lei em que o Governo da República podia aplicar sanções sobre o governo regional, se o governo regional continuasse com obras a fazer dívida, porque eles não nos tinham dado o dinheiro e não nos autorizavam a fazer dívida. Foi por isso que não era aconselhável, porque eles ainda nos tiravam mais dinheiro, se andássemos a mostrar o jogo todo a um Governo socialista que não era sério. Nós estávamos em estado de necessidade e, por isso, agimos em legítima defesa.”
Parece anedota, mas foi assim que Jardim falou ontem depois de na véspera ter negado a existência de dívida oculta. Jardim mete os pés pelas mãos e espera-se que ninguém o leve a sério. Não estou a falar dos portugueses do Continente, mas especialmente dos portugueses da Madeira.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário