sábado, 29 de setembro de 2012

[ IN ] CITAÇÃO

.
[...] O que se passa na justiça é que devia ser declarado o estado de calamidade pública e ser feita uma purga. Eu gostava de ver um certo número de juízes e procuradores na prisão, chegámos a um nível em que precisamos de ter gente presa. Enquanto não formos capazes de fazer isto, não são possíveis reformas profundas em Portugal. [...]

Pedro Braz Teixeira—economista—em entrevista ao jornal"i"
.

Sem comentários:

Publicar um comentário