quinta-feira, 31 de outubro de 2013

CHARLATANISMO OU ESTUPIDEZ NATURAL ?

.
.
O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, veio a público afirmar que o rosto do seu antecessor, Hugo Chávez, apareceu numa rocha durante a escavação do metropolitano de Caracas.  E fez depois algumas considerações com implicações políticas  sobre o facto, assumindo fazer reuniões governamentais junto do sepulcro do antigo líder.  
Não é minha intenção contestar nenhuma crença, seja ela qual for, desde que não implique prejuízo para ninguém, ou ofenda outras crenças, o que parece ser o caso—Maduro tem direito a dizer o que disse e a acreditar no que afirma.
Mas para quem lê a notícia, e outras anteriores semelhantes, uma dúvida se instala: está Maduro convicto do que diz, ou abusa da ignorância e boa fé do povo para fazer passar ideias e práticas políticas discutíveis? É que se é esse o caso, Maduro é um traste que importa desmascarar com urgência.
Formas de liderar povos desta forma ocorreram ao longo de toda a História. Mas, na maior parte dos casos, o primarismo intelectual era de todos—chefes e chefiados—e os líderes estavam desculpados por isso. Maduro não parece ser tão primário assim, embora o seja nalguma medida. Contudo, a conversa soa a charlatanismo e, nesse caso, é grave—a Venezuela não é uma terra de cafres.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário