sábado, 28 de janeiro de 2012

MUITO COME O TOLO...

.

.
 Diz o Finantial Times, com acesso a uma cópia do documento original, que a Alemanha propõe, em face da forma deplorável como correu na Grécia o ano financeiro de 2011, a nomeação dum comissário europeu para fiscalizar e vetar a política orçamental, bem como sancionar os desvios verificados na sua execução, sob pena de abortar o novo programa de assistência à República Helénica, no valor de 130 milhões de euros.
Parece uma medida ao arrepio do espírito da União Europeia, é verdade. Mas os gregos estão a precisar de porrada, tem de dizer-se. Na mó de baixo depois do descalabro financeiro em que mergulharam o País, com muitas contas aldrabadas à mistura, sem dinheiro para mandar cantar um ceguinho, como Portugal passam a viver à custa da caridade internacional mais ou menos usurária e continuam a aldrabar e a viver acima das possibilidades, no estilo socrático. Muito come o tolo, mas mais tolo é quem lho dá.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário