terça-feira, 21 de julho de 2015

O FAKIS É O MAIOR

.
Varoufakis é um caso perdido de falta de noção da realidade. Basta ter observado a sua insolente arrogância nos contactos que fez quando era Ministro das Finanças para o perceber. Mas agora meteu a mão na consciência e reconhece ter cometido erros nas negociações do resgate da Grécia. Não muitos—só alguns—e pequeninos. E, de modo nenhum, todos.
Para Varoufakis, os responsáveis do fiasco grego foram os credores, "mais focados em humilhar a Grécia do que em receber o dinheiro emprestado ao País". Aqui, Varoufakis está a ser modesto: os credores, bem no fundo, o que queriam era humilhar Varoufakis, não a Grécia. Schäuble, por exemplo, nem pegava no sono enquanto não humilhasse o helénico Hércules, capaz de roubar o cinto de ouro da rainha Hipólita, ou de limpar em um só dia o curral do rei Augeasos. Schäuble e outros biltres só tinham sossego se Varoufakis tirasse o cachecol Burberry antes do Verão e metesse a fralda da camisa dentro das calças. Mas Varoufakis paira acima dessas coisas e caga nisso.
Varoufakis pediu a demissão e fez um papelão—melhor que Tsipras.
E pelo Syriza não vai nada?

TUDO !!!...
.

Sem comentários:

Publicar um comentário