domingo, 19 de julho de 2015

TAL E QUAL

.

[...] De prevalecer esta tendência parlamentar de confundir o panteão nacional com o Olímpia, de Paris, ou com o estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, Santa Engrácia corre sérios riscos de se converter no panteão popular dos três ‘efes’ do antigamente: fado, futebol e Fátima. A bem dizer, depois da Amália e do Eusébio, já só faltam lá, com todo o meu respeito e sincera devoção, os três pastorinhos!

Padre Gonçalo Portocarrero de Almada in "Observador"
.
Nota: num futuro longínquo, aos três pastorinhos, acrescentaria eu o Nóvoa.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário