domingo, 21 de fevereiro de 2010

NOTÍCIAS IMPENSÁVEIS

PGR MENTIU AO PARLAMENTO



Durante os últimos meses, o procurador-geral da República recusou (até ao grupo parlamentar do PSD) o acesso aos despacho de arquivamento ao crime de atentado contra o Estado de direito, alegando que os documentos continham escutas entre Armando Vara e José Sócrates, mandadas destruir pelo presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Noronha do Nascimento. E, caso as revelasse, estaria a violar a decisão de destruição. Porém, num dos despachos em causa, a que o DN teve acesso, em lado algum aparecem as conversas entre Sócrates e Vara. [...]


DN, 21/02/2010. Que mais irá nos acontecer???

Sem comentários:

Publicar um comentário