sábado, 20 de fevereiro de 2010

RICHARD FEYNMAN NOS BONGOS


Depois de Einstein, Feynman foi provavelmente o mais importante físico do Século XX. Ganhou o Prémio Nobel da Física em 1965 pelo seu trabalho em Electrodinâmica Quântica. Contudo, não é só pela Ciência que Feynman deve ser evocado. Foi um dos maiores físicos excêntricos e possivelmente o maior conferencista de sempre.
Além de ser o conferencista capaz de nos fazer reflectir mais profundamente em matérias que pensávamos conhecer, era também um cliente regular de bares de topless, desenhou decorações para centros de massagens, e tocava bongos numa escola de samba no Brasil.
Há duas espécies de génios. Os génios “correntes” fazem grandes coisas, mas deixam-nos convencidos que seríamos capazes do mesmo, se trabalhássemos bastante. Depois vêm os mágicos e, com esses, não temos nenhuma ideia como fazem. Feynman era mágico.

.
Hans Bethe

Sem comentários:

Publicar um comentário