sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

A CIDADE E AS TERRAS

O PROCESSO chamado ‘Face Oculta’ tem as suas raízes longínquas num fenómeno que podemos designar por ‘deslumbramento’.
Muitos dos envolvidos no caso, a começar por Armando Vara, são pessoas nascidas na Província que vieram para Lisboa, ascenderam a cargos políticos de relevo e se deslumbraram.
Deslumbraram-se, para começar, com o poder em si próprio.
Com o facto de mandarem, com os cargos que podiam distribuir pelos amigos, com a subserviência de muitos subordinados, com as mordomias, com os carros pretos de luxo, com os chauffeurs, com os salões, com os novos conhecimentos.
Deslumbraram-se, depois, com a cidade.
Com a dimensão da cidade, com o luxo da cidade, com as luzes da cidade, com os divertimentos da cidade, com as mulheres da cidade.

Assim começava a crónica escrita no jornal SOL por José António Saraiva, em 20 de Novembro de 2009. Vale a pena lê-la porque está lá tudo para explicar a situação a que chegámos. Somos governados por uns tantos provincianos atrevidos e aventureiros que desceram da terra à capital para trepar na vida. E conseguiram o que queriam - conquistar o que eles pensam ser o mundo.
Para ler a crónica completa clique aqui.

Sem comentários:

Publicar um comentário