sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

RECORDAÇÕES

.
.

Lisboa, 04.Agosto.2007
Há uns 40 anos atrás - talvez 50 - existiam duas conhecidíssimas pastas dentífricas de fabrico português. Uma, era um perfeito 'desastre' em termos de qualidade. Até o sabor era 'estranho', com laivos de químicos indeterminados. Era a pasta "COURAÇA" - que inclusive continha pedra-pomes 'micronizada', sendo altamente agressiva para o esmalte dos dentes.
O outro dentífrico situava-se no polo oposto: o da elevada qualidade - era a PASTA DENTÍFRICA COUTO ! Só mesmo em Portugal foi possível que um produto de topo de gama pudesse estúpidamente ter-se "evaporado" do mercado.
Lamentável !

Comentário publicado no blog “violeta-terra”

A Pasta Couraça é uma das recordações da minha infância e juventude. Tinha ganho 3 Grands Prix, em 1909 em Rotterdam, em 1910 em Londres, e em 1915 em Roma, além de várias medalhas de ouro. Em suma, era um horror! Faz parte da minha vida, como o óleo de fígado de bacalhau.


Sem comentários:

Publicar um comentário