quinta-feira, 21 de novembro de 2013

DEUS DAS LACUNAS

.
O "Institute of Medicine", da "National Academy of Sciences" (USA), publicou em 2008 um livro intitulado "Science, Evolution, and Creationism" que é imperdível para quem se interessa por estas coisas. 
A páginas tantas lê-se assim:

A ciência não pode provar nem negar a religião. O progresso científico tem sido trazido à discussão perante crenças erradas como a de que o mundo foi criado recentemente, de que o Sol circulava à volta da Terra, ou de que as doenças mentais eram devidas  à possessão pelo demónio. Mas muitas crenças religiosas envolvem entidades e ideias que não pertencem ao foro da ciência. Por isso é falso que a crença possa ser posta em causa por dados científicos.
À medida que a ciência avança, mais fenómenos naturais serão explicados, incluindo a evolução biológica. Tanto a religião como a ciência se debilitam pela afirmação de que o não explicado por esta deve ser atribuído  a uma divindade sobrenatural ("Deus das lacunas").

Como diria Mário Crespo, rigorosamente a não perder.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário