terça-feira, 19 de novembro de 2013

UM AVENTUREIRO PERIGOSO

.

O Zezito disse há um ou dois dias, a respeito não sei de quê, que não estou interessado em saber e gostaria de nunca saber, existir uma total desorientação no discurso político do Governo, a par de falta de rumo e de liderança.
Contrariamente à expectativa acerca do meu julgamento sobre a produção opinativa do Zezito—passada, presente e futura, até à consumação dos séculos—caí de cauda ao verificar que estava de acordo com ele. Facto preocupante, provavelmente resultado de, na matéria em análise, até ele acertar.  
Aliás, quem melhor que o Zezito para falar de desorientação política no discurso e de falta de rumo e de liderança, ele que na véspera do Ministro das Finanças pedir à sua revelia ajuda internacional para que os portugueses continuassem a comer, falava de um aeroporto internacional novo em Alcochete, da terceira travessia do Tejo, da nova auto-estrada Lisboa-Porto e da alta velocidade Lisboa-Madrid? Orientação política havia; e liderança também—o que não havia era dinheiro. Encéfalo ainda menos! 
É preciso ter topete!
.

Sem comentários:

Publicar um comentário