sábado, 16 de novembro de 2013

MATUSALÉM MARINHO

.
.
.
A imagem em cima é de um molusco bivalve chamado Ming. Morreu em 2006. Aparece aqui porque era o animal conhecido mais velho do planeta—tinha 507 anos e morreu porque os investigadores que o estudavam lhe causaram a morte involuntariamente. Malfeito pois, não fora isso, tinha agora 514 anos e ainda ia durar muito tempo. O metabolismo do bicho é muito lento e, por isso, vive em "câmara lenta".
Chama-se Ming porque é do tempo da dinastia chinesa com esse nome, no poder quando nasceu, em 1499pouco depois de Colombo chegar à América e mais de uma década antes da Reforma de Lutero.
A idade é avaliada pelos anéis das conchas, como se faz com as camadas dos troncos das árvores. A imagem em baixo é uma ampliação da face interna duma concha onde é mais fácil ver os anéis que servem para a datar. Pertence à espécie Arctica islandica que vive no Norte do Oceano Atlântico onde é também criada em viveiros para alimentação humana.
Em conclusão, não coma bivalves sem contar os anéis da concha, pois pode ter na sua frente o cadáver dum contemporâneo de D. Manuel I, o Venturoso.
..

Sem comentários:

Publicar um comentário