sábado, 30 de agosto de 2014

CRUZADOS DO SÉCULO XXI

.

A temperatura média global da atmosfera subiu 0,2 graus por década nos últimos 30 anos do Século XX. Mas, apesar do contínuo aumento dos gases "com efeito estufa", desde o princípio do Século XXI que não sobe. Agora, aparecem investigadores a dizer que o calor está armazenado nas profundidades do Oceano Atlântico, mas daqui a alguns anos, mais precisamente em 2030, vem aí o Inferno na Terra. Perante isto, não sei se ria, se chore.
Os profetas do Apocalipse já disseram tanta coisa—bacoradas incluídas (muitas)—que começa a ser difícil acreditar neles. Fica mais ou menos claro que ninguém percebe como funciona o clima. Quem o diz é João Corte-Real  professor em Évora e decano dos climatologistas portugueses. Mais precisamente, considera andarmos  às apalpadelas e o desconhecimento tudo consente. "E a insistência numa ideia a priori não é atitude científica e atrasa a desejável compreensão dos mecanismos que têm lugar no sistema”, acrescenta.
A luta contra o aquecimento global não é bem como uma cruzada. A maioria dos cruzados participava naquelas investidas sangrentas em nome de um princípio discutível, mas pio. Uma percentagem dos "cruzados" do ambiente—que gostava de conseguir quantificar—orienta-se por  princípios ímpios. É chato—o máximo que se pode dizer num espaço respeitável como este blog. Não fosse isso, diria que é uma porra.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário