sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Ó ÉGUA !

.

A Polícia Judiciária prendeu um funcionário do Tribunal de Viseu porque se apoderava de bens apreendidos pelas autoridades judiciais. Em dois armazéns—dois!—os agentes encontraram pistolas, espingardas caçadeiras, navalhas de ponta e mola, punhais, catanas, pés de cabra, bicicletas, canetas, motocultivadores, roupas, relógios, jantes, pneus, filtros e outros componentes automóveis. Foi preciso um camião da GNR para levar a tralha toda.
Ficámos sem saber se também tinha canhões  sem recuo, obuses, alguma chaimite ou um navio de patrulha oceânica. O homem era coleccionador pesado e por atacado. Estaria talvez a preparar o equipamento de uma divisão de Infantaria a enviar para a Ucrânia. Dava um grande Ministro da Defesa.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário