segunda-feira, 25 de agosto de 2014

DOENÇAS SÚBITAS

.
Ontem houve festa em Cascais com um concerto de Anselmo Ralph—óptima coisa, acho eu. Perto do fim, houve incidentes, um must actualmente. Três feridos é o balanço.
Segundo fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro de Lisboa, "não há registo de agressões" e "não houve qualquer esfaqueamento", ao contrário do veiculado por alguns órgãos de comunicação social. O que houve, referiu a fonte, foram "várias ocorrências de doença súbita, uma situação de queda e uma pessoa que, empurrada contra uma grade, teve um princípio de esmagamento, na sequência da confusão gerada no local.
A seguir, a notícia avança também: "Fonte da PSP, citando testemunhas no local, confirmou à Lusa que um ferimento, "o mais preocupante", parece ter sido provocado por uma arma branca".
Entenderam? Eu não!
Princípio de esmagamento é como "princípio de pneumonia", "princípio de tuberculose", ou "princípio de SIDA". Ou há esmagamento—pouco, medianamente, ou muito grave—ou não há esmagamento nenhum. E "várias ocorrências de doença súbita" é eufemismo que não lembra ao careca quando se evita falar de esfaqueamentos e similares. Talvez não tenha sido esfaqueamento por ter sido praticado com uma navalha, caso em que a vítima foi anavalhada e não esfaqueada.
O politicamente correcto não pode chamar os bois pelos nomes. Um caçador tinha um cão e a mãe do caçador era também o pai do cão. Tá todo o mundo enrolando, fazendo de nós bobocas.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário