sábado, 22 de dezembro de 2012

ACERCA DOS CÉUS

.

No ano 340 antes de Cristo, Aristóteles escreveu um livro. Chamava-se “Acerca dos Céus”. Aristóteles era um bocadinho nhurro, mas inteligente e observador. No referido livro, dizia que a Terra era redonda, afirmação complicada naquela época. Já passaram mais de 24 séculos e ainda há quem diga que é plana. Nos Estados Unidos existe a “Flat Earth Society”, com um site na Net e tudo.
A primeira razão porque Aristóteles achava que a Terra é esférica era pela sombra que projecta na Lua durante os eclipses―um círculo, ou parte dum círculo. Se fosse plana, dizia, a sombra seria alongada, a menos que o eclipse ocorresse sempre quando o Sol estava directamente sobre o centro do disco.
Além disso, acrescentava, a Estrela Polar vê-se a altura diferente de local para local, estando mais baixa a Sul, por exemplo no Egipto, que a Norte, como acontece na Grécia. A condição esférica do planeta era uma boa explicação para o fenómeno.
Adicionalmente, havia o facto observado da aproximação à costa dos navios: começa por ver-se o cimo das velas e só depois o resto destas e, finalmente, o casco.
Hoje tais argumentos parecem carecas. E são. Mas no ano de 340 AC, eram de se lhes tirar o chapéu. Ganda Aristóteles!
.

Sem comentários:

Publicar um comentário