quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

TALES DE MILETO E A TEORIA DAS CORDAS

.
A Teoria de Tudo, ou do Todo, é um objectivo da Física Teórica que pretende explicar em conjunto todos os fenómenos físicos, desde os da Física Quântica à Newtoniana e à Relatividade Geral. Inicialmente, a expressão (Theory of  Everything, em inglês) foi usada de forma irónica em histórias de ficção científica por Stanislaw Lem, nos anos 60. Em 1986, o físico John Ellis usou-a num artigo publicado na revista “Nature” e passou a fazer parte da linguagem científica, sendo inclusivamente título dum livro da autoria do famoso cientista Stephen Hawking.
Serve isto de introdução para dizer que a ideia não é nova na cultura e constitui ambição da ciência desde os tempos antigos. Mais de 600 anos antes de Cristo, Tales de Mileto, provavelmente o primeiro filósofo racional (nome dado aos cientista de então) do Ocidente, dizia que toda a matéria era constituída pela mesma substância que, segundo ele, seria a água. A asneira é careca, mas numa coisa parece que Tales estava certo: se a actual Teoria das Cordas está correcta, a matéria é toda feita da mesma coisa, de cordas vibráteis de energia. Onde Tales falava de água, diga-se cordas.
O vídeo em baixo pretende dar ideia do que é a Teoria das Cordas, ou Teoria das Supercordas. Apresentado por Brian Green um dos grandes físicos actuais defensor da Teoria, é um documento interessante que vale a pena ver. 
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário