segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

PRETO COM OLHOS AZUIS

.


A imagem em cima mostra o que poderia ser um caçador-recolector europeu de há 7 mil anos. Tem a pele escura, como os seus antepassados africanos, e olhos azuis.
Era até agora quase consensual que o homem primitivo vindo de África para a Europa tinha começado a  mudar a cor da pele há mais de 40 mil anos, dado o ter de se adaptar a diferentes condições climáticas; sobretudo pela necessidade de sintetizar vitamina D na pele, o que acontece em todos nós sob o efeito da radiação solar. É claro que o processo só é importante quando a dieta é pobre naquela vitamina.
Eventualmente, quando os caçadores-recolectores fizeram a transição alimentar dessa condição para a de produtores agrícolas, a dieta seria pobre em vitamina D e a síntese desta pela acção da luz solar tornou-se essencial, seleccionando progressivamente os indivíduos claros—tanto mais claros, quanto maior a latitude onde viviam. Por isso, o fenómeno deve ser mais recente do que se pensava.
Todo o referido foi especulado depois do achado, noticiado ontem, do fóssil com 7 mil anos dum caçador-recolector, em La Braña-Arintero, Espanha, cujo genoma tem as características da pele negra, com mutação correspondente a olhos azuis.
Hitler mandaria matar os paleoantropólogos e... o fóssil!
.

Sem comentários:

Publicar um comentário