sexta-feira, 19 de abril de 2013

A HISTÓRIA NÃO SE REPETE

.

Conta o "Correio da Manhã" que um turista, na China, visitava um museu quando enorme sino do culto budista que estava a ser tocado por outros visitantes se soltou e lhe caiu em cima. Espantosamente, o homem ficou incólume, apenas prisioneiro dentro do monstro. Mas levou tempo a libertá-lo!
Em Portugal, um político afamado também ia apanhando com o sino, mas este nem sequer chegou a tocar-lhe; e muito menos a prendê-lo—anda à solta, a pavonear-se  em Paris de França!
...

Sem comentários:

Publicar um comentário