domingo, 28 de julho de 2013

A MOTA FAZ MUITO BARULHO

.

Leio num título do "Diário Económico" que o Primeiro-Ministro declarou em Alijó, urbi et orbi e solenemente, o seguinte: "Não recuperamos a economia aumentando impostos".
Depois de levar à falência milhares de pequenas empresas pela via fiscal, nomeadamente através do aumento do IVA até valores do foro da Astronomia; depois de depenar os consumidores que deixaram de o ser por falta de numerário, sugado pela voracidade tributária; depois de espantar o investimento, arrepiado com a imagem desse cobrador do fraque chamado Gaspar, Coelho diz-nos o que toda a gente já sabia e lhe havia dito: aumentar impostos como ele fez arruína a economia. É a anedota do "pendura" da mota que diz ao condutor que a mota faz muito barulho, respondendo este  não ter ouvido o "pendura" porque a mota faz muito barulho.
Depois de ler o jornal, duas—e só duas—dúvidas assaltam o cidadão contribuinte:  estava Sua Excelência completamente bêbado quando assim perorou, ou é Sua Excelência, de facto, uma realíssima besta quadrada?
.

Sem comentários:

Publicar um comentário