domingo, 21 de julho de 2013

'PRISM SCANDAL AT MOUSE SQUARE'

..

Estalou novo escândalo nacional e internacional de invasão da privacidade, um genuíno Big Brother; verdadeiro PRISM português, a que chamaremos PRISM Scandal, Portuguese Style; ou, depois das alegadas escutas a Belém e ao PR boliqueimense, Portuguese Watergate—Take Two.

O PS acaba de constatar que os meios electrónicos de comunicação da sua sede, em Mouse Square, estão a ser violados: 
  • ou pela direita reaccionária; 
  • ou pela National Security Agency americana; 
  • eventualmente por Paulo Pereira Cristóvão, ex-dirigente leonino; 

face ao que já apelou à Procuradoria Geral da República para investigar e proceder em conformidade.

Consta que Tozé viu revelado o local onde fez o branqueamento dental após ascensão ao alto cargo de Secretário-Geral; que Francisco Assis trocou correspondência electrónica—agora violada—com a "Santogal", em diligências para comprar um Clio usado e calar a boca a gente que interpreta mal o seu discurso sobre a dignidade dos  automóveis; e que um rascunho dos artigos que Mário Soares submete à apreciação prévia de Tozé, foi interceptado, com incontáveis erros de ortografia e sintaxe.
A política e o ridículo são caminhos mais fáceis para a glória do que a morte na guerra, dizia Humberto de Campos. Tozé e o PS vão no caminho certo da glória.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário