quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

"AS MAIS AMPLAS LIBERDADES"

.
.
O relatório das Nações Unidas sobre os crimes contra a humanidade na Coreia do Norte é acompanhado do relato feito por um prisioneiro, Kim Kwang-il, que passou seis anos na cadeia da "dinastia Kim Jong" e ilustrou o relato com desenhos da sua autoria. Aqui vemos um prisioneiro a passar "de gatas" a porta da cela que ocupava com mais 40 desgraçados, porta com apenas 80 cm de altura. Segundo os guardas, os prisioneiros eram animais e, como tal, só deviam rastejar.                                                                        
.                                                                       . 
.
Um horror!
.

Sem comentários:

Publicar um comentário