quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

UMA ESTRELA PELA PALHINHA

.
.
(Simulação de computador)
.

Quando uma estrela, neste caso maior que o Sol, entra no campo gravítico dum buraco negro, começa por deformar-se como se vê na figura ao lado, e é literalmente "chupada" pelo buraco. Parte da estrela, transformada em jacto, perde-se em detritos que escapam para o espaço, mas a maior parte é engolida, formando o que em inglês se chama accretion disk—disco de crescimento, traduzido à letra (não sei como os cosmologistas de língua portuguesa dizem). Um fenómeno assim ocorre uma vez em cada 10 mil anos numa galáxia, significando isto que um astrónomo, para o observar numa vida, pode ter de observar 10 mil galáxias!
.

Sem comentários:

Publicar um comentário