quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

FLORESTAS VERTICAIS

.
Imagine  uma floresta estendendo-se, não até à linha do horizonte, mas até ao céu, no meio duma cidade. Edifícios cuja superfície não é predominantemente cimento, ou vidro, ou alumínio, mas relvados, trepadeiras, mesmo árvores, e passarinhos a saltar de ramo em ramo, de varanda em varanda. Estou a delirar? Não estou!
Na Europa há cada vez mais disso. Além de ajudar a combater a poluição atmosférica, tal arquitectura isola melhor o interior dos edifícios, sobretudo das variações da temperatura exterior. E está a avançar com o vento de popa.
Veja como vai ser o edifício de Stefano Boeri em Milão (em cima), chamado de Bosque Vertical, com duas torres rodeadas de árvores estendendo-se até ao céu; e o Musée du Quai Branly (em baixo), em Paris, já concluído.
E veja dezenas de coisas bonitas aqui, no site "Vertical Garden".
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário