sexta-feira, 21 de junho de 2013

HISTÓRIA SEM NOME DUM HOMEM SEM MÃOS

.

O subsídio de férias dos funcionários públicos e dos pensionistas, ao contrário do estabelecido na lei, só será pago em Novembro a quem recebe faustosas quantias superiores a 1.100 euros. Porquê? Porque sim, prontes.
O Primeiro-Ministro declarou, urbi et orbi, que tem dinheiro, mas não paga; e mais não disse. É uma posição provocantemente  acintosa. Pior que isso: configura uma birra. O Tribunal Constitucional obriga o Governo a pagar? Então o Governo atanaza os beneficiários de tal determinação não lhes pagando quando esperavam. Do Governo, não se ficam a rir!
Passos Coelho é claramente imaturo, com tiques de arruaceiro da jota. Gosta de esticar a corda; se não está a preparar uma pessegada pior qual é a de não pagar de todo, ou inventar um expediente como pagar em papel de embrulho chamado Bilhetes do Tesouro ou equivalente, não transaccionáveis durante dez anos. Um dia destes, rebenta-lhe o foguete nas mãos.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário